O Programa Bolsa Família 2019 é um benefício que visa ajudar as famílias de baixa renda. Ele é pago através da transferência direta, por meio de um cartão que é fornecido ao beneficiário. Por isso é importante estar atento a quem tem direito ao benefício atualmente.

Por isso essa página será dedicada a explicar coisas simples sobre o benefício neste ano. Então navegue por todos os nossos conteúdos e veja informações importantes sobre esse benefício que ajuda muitas pessoas em nosso país.

Também aproveite a oportunidade para compartilhar essas informações com seus amigos e familiares. Afinal, assim, mais pessoas podem saber sobre os benefícios e ter conhecimento dos seus direitos.

receber bolsa familia 2019

BOLSA FAMÍLIA 2019 → Quem Tem Direito, Como Fazer o Cadastro e Calendário

Quem tem direito ao Bolsa Família em 2019?

As famílias que têm direito ao Bolsa Família em 2019 são aquelas que estão em situação de pobreza ou extrema pobreza. Ou seja, são aquelas famílias que passam por dificuldade financeira.

Por isso é um erro dizer que o benefício é para ‘vagabundos”. Muito pelo contrário, o benefício é para auxiliar àquelas famílias que estão lutando para sobreviver mas que, apesar da luta, não conseguem suprir suas necessidades básicas e necessitam desse auxílio governamental para conseguir se sustentar.

Tem isso em vista, veja abaixo quais famílias podem receber o benefício:

  • famílias em situação de extrema pobreza: são famílias com renda per capita de R$0,00 a R$ 89,00. Nesse caso todas recebem, mesmo se for homem. Não é necessário possuir menor de idade ou gestante no domicílio.
  • famílias em situação de pobreza: são famílias com renda per capita de R$ 89,01 a R$ 178,00. Nesse caso uma família somente receberá se possuir gestante ou menor de idade na casa.

Por isso deve-se estar muito atento a esses critérios do Bolsa Família 2019. Afinal somente as famílias que se enquadrarem dentro dos critérios acima poderão receber o benefício do Governo Federal.

Cadastro do Bolsa Família 2019

cadastro bolsa familia

CADASTRO BOLSA FAMÍLIA 2019 → Onde Fazer, Como Fazer e Documentos Necessários

Estando dentro dos critérios do Bolsa Família 2019, descritos no tópico mais acima, é hora de fazer o cadastro. Aqui existem várias informações que são importantes para a inscrição. Por isso esse tópico será dividido em três partes: onde fazer, como fazer e documentos necessários.

Acredito que, assim, ficará de mais fácil entendimento. Vamos, então, aos três tópicos:

Onde fazer o Cadastro do Bolsa Família 2019?

Para ter acesso a benefício a família precisa fazer o Cadastro Único do Governo Federal.

Esse cadastro é de responsabilidade da prefeitura, logo é ela que decide onde será feito o mesmo. Sendo assim, o local pode variar de acordo com os critérios municipais.

Mas, normalmente, o cadastro é feito nos seguintes locais:

  • CRAS – Centro de Referência de Assistência Social
  • CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social
  • Secretaria Municipal de Assistência Social(pode mudar o nome de acordo com o município)
  • Gestão Municipal do Cadastro Único(alguns municípios possuem sede própria do programa)
  • Câmara itinerante(viagens da Câmara Municipal para atender melhor os cidadãos que moram mais afastados da região central do município)

É impossível dizer ao certo qual o órgão responsável em todas as cidades do país. Porque cada município cria suas próprias regras de atendimento.

Mas é certo dizer que em todos os municípios há(ou deveria haver) pessoas responsáveis pelo cadastro.

Como fazer o Cadastro do Bolsa Família 2019?

Já dissemos onde fazer o cadastro no benefício mais acima. Agora, então, vamos falar um pouco sobre como fazer o cadastro em si.

Para fazer o cadastro deve procurar a gestão municipal e se informar sobre como proceder em seu município porque cada município atua de uma maneira diferente. Mas, normalmente, o procedimento adotado é o abaixo:

  • 1 – reúna a documentação de todos que moram na casa
  • 2 – procure o local de atendimento mais próximo na data e horário propício
  • 3 – responda às perguntas do Cadastro Único sobre a casa e sobre os integrantes da família
  • 4 – assine o cadastro e receba o comprovante de cadastramento

Em alguns municípios é necessário fazer o agendamento antes de fazer a inscrição. Por isso é importante buscar informações sobre como é o funcionamento do programa em seu município.

As perguntas do Cadastro Único são sobre informações como: características do domicílio, despesas familiares, identificação dos integrantes familiares, escolaridade e renda de cada uma das pessoas. Então é importante que a pessoa que for fazer o cadastro tenha real conhecimento da família.

Além disso, para fazer o cadastro é necessário que a pessoa que se autodeclara Responsável Familiar tenha, no mínimo, 16 anos. Ou seja, a pessoa que for fazer o cadastro deve ter idade para votar.

Quais os Documentos necessários?

Os documentos obrigatórios são: CPF ou Título de Eleitor do Responsável Familiar e um outro documento oficial de cada um dos outros moradores da casa. Famílias indígenas podem usar como identificação o Registro Administrativo de Nascimento de Indígena – RANI.

Porém a gestão municipal pode solicitar outros documentos. Os documentos que comumente são solicitados são:

  • CPF
  • Título de Eleitor
  • Carteira de Identidade
  • Carteira de Trabalho
  • RANI
  • Comprovante de Residência
  • Certidão de Nascimento
  • Certidão de Casamento
  • Contracheque ou Holerite
  • Declaração Escolar
  • Extrato do INSS no caso de aposentados e pensionistas
  • Entre outros

Provavelmente a gestão municipal não irá pedir obrigatoriedade de todos eles. Mas é importante tê-los em mãos se solicitados na hora do cadastramento.

Quanto tempo demora pra receber?

Não existe prazo mínimo para o recebimento do benefício. Mas, normalmente, demora em torno de três meses para se ter uma resposta a respeito dessa informação.

É possível ver se seu nome está na lista de pagamentos todos os meses.  Há várias formas de se fazer isso, dentre elas destacam-se duas: Gestão Municipal e Consulta Pública do Bolsa Família online.

As duas possuem vantagens e desvantagens, veja abaixo elas:

  • Gestão Municipal: verá se o nome de um beneficiário está na lista de pagamento e dará maiores informações sobre o cadastro e sobre outros possíveis benefícios aos quais a família teria direito. Porém é preciso ir até o local ou ligar e enfrentar filas.
  • Consulta Pública do Bolsa Família: pode ser feita no conforto de casa, pela internet. Porém não há nenhuma explicação e a pessoa deverá procurar a Gestão Municipal se possuir dúvidas.

O ideal é que busque informações na hora de fazer o cadastramento no seu município. Por isso não deixe de pegar o número de telefone deles para tirar todas as suas dúvidas acerca do seu cadastro.

Calendário do Bolsa Família 2019

A Caixa Econômica Federal é a responsável por fazer o pagamento do benefício. Por isso todo ano a organização divulga uma tabela com a data de pagamento dos benefícios baseando-se no final do NIS dos beneficiários do programa.

Abaixo poderá ver o Calendário Bolsa Família 2019:

calendario bolsa familia 2018

CALENDÁRIO BOLSA FAMÍLIA 2019 → Veja as Datas de Pagamento!!!

Espero que com essas informações tenha esclarecido suas dúvidas sobre o programa. Caso ainda possua dúvidas, nos deixe um comentário mais abaixo sobre o Programa Bolsa Família 2019 que responderemos o mais rápido possível.

Bolsa Família 2019
5 (100%) 41 votos