Cadastro do Bolsa Família

Uma das maiores dúvidas das pessoas é sobre como fazer o cadastro do Bolsa Família 2019. Tal como nos anos anteriores, o procedimento é basicamente o mesmo. A pessoa precisa fazer o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal para ter acesso ao benefício.

Mas o cadastro do Bolsa Família 2019 envolve outros temas como: documentação, onde fazer e atualização cadastral. Por isso iremos abordar todos esses temas aqui para que, assim, possa ter um material bem completo.

Então recomendamos que compartilhe esse artigo com seus amigos porque, assim, um maior número de pessoas ficarão por dentro do benefício social e poderá usufruir dos seus direitos.

fazer cadastro bolsa familia inscricao pbf

COMO FAZER O CADASTRO DO BOLSA FAMÍLIA 2019 ⇨ Inscrição para o programa

Onde fazer o Cadastro do Bolsa Família 2019?

A competência para fazer o cadastro do Bolsa Família é da prefeitura do município. Por isso ela é responsável por decidir onde será a inscrição para o programa e como será feita.

Mas existe uma série de lugares onde é mais comum de ser ofertado esse serviço, onde se destacam:

  • CRAS
  • CREAS
  • Secretaria Municipal de Assistência Social
  • Gestão Municipal do Cadastro Único
  • Câmaras itinerantes(reuniões das câmaras municipais nos distritos e localidades distantes para permitir a participação de todos nas decisões municipais e para ofertar serviços que são de difícil acesso para quem mora longe da região central da cidade)

Mesmo que não consiga utilizar esses locais para fazer a inscrição, é importante visitá-los pois poderá obter maiores informações sobre o funcionamento do Programa Bolsa Família em seu município.

Fazer o Cadastro do Bolsa Família 2019 – Passo a Passo

cadastro bolsa familia

CADASTRO DO BOLSA FAMÍLIA 2019 → Onde Fazer, Como Fazer e Documentos Necessários

Existe uma série de passos que devem ser seguidos por aqueles que desejam fazer a inscrição no programa. Aqui você vai ver o passo a passo desse processo pois, assim, poderá saber corretamente o que fazer:

1 – Procure o CRAS mais próximo e se informe

A primeira coisa que você deve fazer é buscar informação sobre o funcionamento no seu município. O CRAS é o principal órgão, mas maiores informações podem ser obtidas em quaisquer órgãos públicos, em especial na Secretaria de Assistência Social e no CREAS.

Lá você verá informações como: onde se faz a inscrição, documentação necessária e se é necessário agendamento. Como cada município trata de uma forma, não podemos dar certeza do funcionamento correto do Programa Bolsa Família em sua cidade.

2 – Reúna a documentação de todos que morareem na casa

O próximo passo é reunir os documentos necessários de todos que fazem parte da composição familiar. Abaixo poderá ver a lista dos documentos que comumente são solicitados:

  • comprovante de residência
  • CPF
  • Título de Eleitor
  • Termo RANI
  • Carteira Identidade
  • Carteira de Trabalho – CTPS
  • Certidão de Nascimento
  • Certidão de Casamento
  • declaração escolar
  • contracheque ou holerite de quem trabalha formalmente como empregado
  • comprovante de pagamento de benefícios emitido pelo INSS para quem é aposentado ou pensionista

Tudo vai depender do que é pedido no seu município. Mas a recomendação para os gestores municipais é que obrigatório mesmo é apenas o CPF, Título de Eleitor ou Termo RANI do responsável familiar e um documento de cada uma das outras pessoas da casa.

3 – Procure o local de cadastramento na data e horário hábeis

O local, a data e o horário depende das disposições municipais.

Por isso alguns municípios trabalham com agendamento e outros não, mas isso é devido ao fato do município assim tratar do atendimento.

Não há regulamentação federal sobre como e onde deve ser feito o atendimento.

4 – Responda as perguntas do questionário

As pessoas que desejam fazer o Cadastro do Bolsa Família 2019 devem responder a um extenso questionário. As perguntas dizem respeito a:

  • características do docmicílio
  • composição familiar
  • gastos familiares
  • informações pessoais (como nome completo, relação de parentesco e escolaridade)
  • informações de renda de cada um dos integrantes familiares
  • contatos(telefone e e-mail)

Claro que a lista foi feita de forma resumida. Porém é preciso saber que são muitas perguntas sobre cada um dos termos descritos acima.

5 – Confira os dados e assine o comprovante

Normalmente o atendente lhe mostra o cadastro para que possa conferir se as informações estão corretas e pede para que você assine dizendo que deu apenas declarações verdadeiras.

Com esse processo finalizado, ele lhe entregará um comprovante de cadastramento comprovando que a inscrição foi realmente feita e que, agora, basta esperar a liberação do benefício.

Quanto tempo demora para ter o benefício liberado?

Não existe um tempo mínimo para a concessão do benefício, isso se a família estiver dentro dos critérios de recebimento.

Mas, normalmente, costuma demorar de dois a três meses para a liberação e chegada do cartão. Caso isso não aconteça deve-se procurar a gestão municipal novamente e pedir informações sobre o motivo de não ter recebido o cartão ainda pois, em muitos casos, é possível que o Bolsa Família tenha sido liberado mas teve algum problema com a entrega do cartão.

A seleção é feita de maneira automática pelo Ministério do Desenvolvimento Social – MDS mediante a renda per capita familiar. Para a liberação do benefício são analisadas duas informações: composição familiar e a renda total familiar.

Também é possível ver a lista de beneficiários de todos os meses através da Consulta Pública do SIBEC. Para isso poderá usar o seguinte site:

www.beneficiossociais.caixa.gov.br/consulta/beneficio/04.01.00-00_00.asp (funciona melhor no Internet Explorer, podendo apresentar problemas em outros navegadores).

É possível fazer o Cadastro do Bolsa Família 2019 pela internet?

Não, infelizmente só é possível fazer o cadastramento pessoalmente.

Pela internet ficaria muito fácil de existirem fraudes pois uma pessoa poderia pegar a documentação de filhos de outra família e fazer o cadastro para receber o benefício.

E olha que já existem vários relatos de fraudes como: pessoas que não estão dentro dos critérios e recebem, pessoas que não dão o fim correto ao dinheiro e de pessoas que deveriam receber mas não conseguem.

Atualização Cadastral ou Recadastramento: Compromisso do beneficiário

Quem recebe o benefício precisa manter o cadastro sempre atualizado, além de cumprir as condicionalidades do Bolsa Família. Esse processo se dá através da atualização cadastral ou recadastramento.

O processo é, basicamente, igual a fazer o cadastro pela primeira vez, com a diferença que pode ser solicitado um número menor de documentos, visto que muitos deles já estão registrados no sistema.

A família precisa atualizar os dados em dois casos:

  • sempre que houver alguma mudança na casa(mudança na composição familiar, mudança de renda, mudança de escola, mudança de domicílio, etc.); ou
  • se não houverem mudanças, a família deve atualizar o cadastro com no máximo 2 anos após o último cadastramento.

Caso não o faça, uma família poderá ter o Bolsa Família bloqueado, suspenso e cancelado. Mas deve-se observar cada caso individualmente para ver o que aconteceu e o que poderá acontecer.

Isso é feito pelo governo para que ele sempre esteja avaliando a real situação de uma família.

Então fique atento, não basta só fazer o Cadastro do Bolsa Família 2019, é preciso manter o mesmo com os dados atualizados para não ter problemas no recebimento dos benefícios.

Cadastro do Bolsa Família
5 (100%) 24 votos

Deixe-nos um Comentário: