Calendário Bolsa Família 2019

Todos os anos o Governo Federal anuncia os detalhes do pagamento do benefício e já encontra-se disponível o Calendário Bolsa Família 2019. Isso acontece com o intuito de organizar as datas de pagamento e permitir que as famílias beneficiárias consigam se programar para realizar os saques mensalmente.

Outro ponto importante da definição do calendário do benefício é evitar problemas no atendimento das instituições bancárias. Isso significa mais eficiência no atendimento aos cidadãos e, por consequência, menores filas, tendo em vista que o benefício envolve mais de 13 milhões de famílias.

O Calendário Bolsa Família 2019 é organizado de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS). Por isso, os pagamentos são liberados em datas alternadas à famílias que foram aprovadas no Programa e podem ser sacados até 90 dias após a data de liberação.

calendario do bolsa familia 2019

Calendário do Bolsa Família 2019 → Tabela de Pagamento Atualizada

Direito ao Bolsa Família 2019

O Bolsa Família tem o intuito de combater a pobreza e a fome, garantindo condições básicas de sustento para famílias em condição de vulnerabilidade social. Trata-se de um benefício financeiro, depositado mensalmente, voltado às famílias cuja renda familiar não ultrapasse R$ 178 por pessoa, incluindo crianças e adolescentes. também beneficia as famílias em situação de extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 89,01 por pessoa.

Além dos requisitos atrelados à renda familiar, o Bolsa Família 2019 requer o cumprimento de algumas regras básicas. Primeiramente, é obrigatório garantir a frequência escolar das crianças e adolescentes. Nesse caso, crianças de 6 a 15 anos devem ter frequência escolar mínima de 85%. Já os adolescentes entre 16 e 17 devem ter frequência mínima de 75%. O descumprimento deste fator pode levar ao cancelamento do benefício.

Outro ponto importante para a concessão do Bolsa Família 2019 é o acompanhamento da saúde de mulheres entre 14 e 44 anos e, no caso das gestantes, comparecimento integral às consultas de pré-natal pelo SUS.

Calendário Bolsa Família 2019

O Calendário Bolsa Família 2019 é organizado mensalmente pelo Governo Federal. Para isso, o número final do NIS do beneficiário é levado em consideração. Assim, a partir do número final do NIS, que pode variar entre 0 e 9, o Governo define as datas consecutivas de liberação do benefício nas contas das famílias cadastradas.

Todos os meses, o benefício começa a ser depositado nos dez últimos dias úteis. Como exemplo, podemos citar o mês de janeiro de 2019. Nele, o pagamento será iniciado no dia 18 para os beneficiários cujo NIS tem final 1. Os demais pagamentos são liberados a partir da data de início ao longo de dez dias.

Veja abaixo o Calendário de Pagamento do Bolsa Família 2019 para todo o ano:

calendario bolsa familia 2019

CALENDÁRIO BOLSA FAMÍLIA 2019 → Veja as Datas de Pagamento!!!

Obs.: É possível ver a data de pagamento de todos os meses, também, no site da Caixa, que é o órgão do governo responsável pelo pagamento mês a mês do benefício.

Bolsa Família 2019 não foi pago na data divulgada no calendário

Mesmo com a definição do Calendário Bolsa Família 2019, é comum que alguns benefícios não sejam pagos no dia certo. Porque pode ter sido bloqueado, suspenso ou até cancelado devido a problemas cadastrais. Até mesmo por desqualificação em relação às regras do Programa.

Caso isso aconteça, é necessário buscar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da cidade em questão. Lá será possível verificar o motivo que impediu o pagamento regular do benefício financeiro. E, assim, proceder com a correção para voltar a receber normalmente os valores.

Um dos motivos mais frequentes de suspensão se dá pela ausência de atualização cadastral anual, como requerido pelo Governo.

Valores do Bolsa Família 2019

Dentro dos requisitos mencionados acima, o Programa garante o pagamento mensal de uma bolsa que tem o intuito de complementar a renda familiar. O pagamento é feito com base no Calendário Bolsa Família 2019 divulgado previamente pelo Governo.

No entanto, o valor do benefício pode variar de acordo com a composição familiar, sendo:

  • R$ 89 fixos, mensalmente, para as famílias enquadradas em condições de extrema pobreza;
  • R$ 41 por cada criança cadastrada ou gestante — cidadãos até 15 anos são reconhecidos como crianças. No máximo cinco crianças podem entrar no cadastro para recebimento do valor adicional;
  • R$ 48 por cada adolescente cadastrado — cidadãos entre 16 e 17 anos são reconhecidos como adolescentes. Mas, apenas dois jovens podem ser cadastrados para recebimento do valor adicional.

Desta forma, o valor do Bolsa Família 2019 é calculado, nos casos de pobreza extrema, pela soma do valor fixo mais os valores variáveis de acordo com a existência de crianças e adolescentes na família. Já nas famílias com renda até R$ 177 por pessoa, o benefício leva em consideração a quantidade de crianças e adolescentes.

Assim, seguindo as regras, o valor máximo que o benefício pode atingir é de R$ 390 mensais. Entretanto, segundo levantamento realizado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o perfil familiar brasileiro beneficiado faz com que o valor médio do benefício em todo o país seja R$ 177,07.

Consulta ao Bolsa Família 2019

Como previsto pelo Governo, os valores são pagos mensalmente às famílias cadastradas seguindo o Calendário Bolsa Família 2019. No entanto, como o benefício pode ser sacado até 30 dias após a data de pagamento, é comum que as famílias fiquem atentas aos saldos das contas. Por isso, a consulta ao benefício é imprescindível.

Assim, para consultar informações do Programa Bolsa Família, o beneficiário deve ter o cartão do Programa ou o Cartão Cidadão. Com eles, a consulta pode ser feita por meio do autoatendimento nas agências Caixa. Ainda, por meio de atendimento direto em Lotéricas e representantes autorizados Caixa Aqui.

Também é possível fazer a consulta pública online, diretamente no site do SIBEC. Para isso é preciso do nome completo da pessoa ou do número do NIS.

Cadastro no Bolsa Família 2019

Se a família atende aos requisitos de renda, saúde e educação, passa a ser elegível ao Programa. Basta procurar o setor responsável pelo Programa no município e se inscrever no Cadastro Único. Na oportunidade, os dados de toda a família são cadastrados, mas um dos familiares passará a ser o Responsável pela Unidade Familiar (RF).

Para o RF, é obrigatório apresentar CPF ou Título de Eleitor. Além disso, no caso de povos tradicionais, é permitida a apresentação do Registro Administrativo de Nascimento Indígena. Também podem ser solicitados outros documentos de identificação, como Certidão de Casamento, RG e Carteira de Trabalho. Os documentos também são válidos para os demais membros da família.

A partir do cadastro, a seleção das famílias para acesso ao Bolsa Família 2019 é feita pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). A seleção é automática e realizada todos os meses. Entretanto, para que aconteça, o MDS leva em consideração as informações cadastradas pelos possíveis beneficiários.

Após aprovação do cadastro, basta que o beneficiário acompanhe as atualizações junto à prefeitura municipal e fique atento ao Calendário Bolsa Família 2019.

Calendário Bolsa Família 2019
5 (100%) 1 voto

Deixe-nos um Comentário: